top of page

Como os genes podem influenciar o desempenho motor?

Coordenação motora refere-se à habilidade de uma pessoa controlar e coordenar os movimentos de seu corpo de forma eficiente e precisa. Isso inclui a capacidade de executar tarefas motoras específicas, como correr, pular, lançar, agarrar objetos, equilibrar-se, entre outras. O desempenho motor é influenciado por uma série de fatores, incluindo a genética, o desenvolvimento neurológico, a experiência, o treinamento e a motivação. Também pode ser afetado por condições médicas ou lesões que prejudicam a capacidade do corpo de executar determinadas tarefas.

Falando sobre a influencia genética, temos o gene BDNF que sinaliza a produção do fator BDNF (sigla para "Fator Neurotrófico Derivado do Cérebro"), que é uma neurotrofina fundamental para o desenvolvimento neural e formação das sinapses do sistema nervoso. Este fator está ativo no hipocampo, córtex e tronco cerebral. É comprovado que uma variação no gene BDNF tem como consequência a redução da produção desse fator. Alguns estudos associaram o alelo T à uma redução da atividade do sistema motor do cérebro, apresentando menor efetividade na aprendizagem motora, por exemplo maior dificuldade para aprender um novo esporte, característica que comprovadamente pode ser superada com treinamento consistente.

A avaliação do desempenho motor pode ser usada para identificar áreas de força e fraqueza na capacidade física de uma pessoa e ajudar a desenvolver estratégias para melhorar o desempenho motor e prevenir lesões. A melhoria do desempenho motor também pode ter benefícios em outras áreas da vida, como melhorar a saúde, aumentar a autoestima e melhorar o desempenho em atividades físicas e esportes.




11 visualizações0 comentário

Opmerkingen


bottom of page