top of page

Como os genes CLOCK e PER3 influenciam na saúde mental e no sono?

Os genes CLOCK e PER3 estão envolvidos na regulação dos ritmos circadianos, que são os processos biológicos internos que controlam o ciclo sono-vigília. O gene CLOCK é responsável pela produção de uma proteína chamada CLOCK, que ajuda a regular o tempo do ritmo circadiano. O gene PER3 produz uma proteína chamada PER3, que está envolvida na regulação do tempo do ritmo circadiano.

Mutações nos genes CLOCK e PER3 têm sido associadas a uma série de distúrbios mentais e do sono, incluindo transtorno bipolar, transtorno depressivo maior e insônia. Indivíduos com essas variações genéticas podem ter dificuldade em regular seu ciclo sono-vigília, o que pode levar a distúrbios do sono e outros sintomas associados a esses distúrbios.

É importante observar que esses estudos são correlacionais e nem todos os indivíduos com mutações nesses genes desenvolverão problemas de saúde mental ou distúrbios do sono. Além disso, esses genes não são os únicos fatores que contribuem para a saúde mental e distúrbios do sono. Fatores ambientais, hábitos de vida e outros fatores genéticos também desempenham um papel.

Ao detectar um alto risco genético para distúrbios do sono, o Grupo DNA indica para seus clientes as seguintes estratégias:

  • Tenha um horário de sono consistente: vá para a cama e acorde à mesma hora todos os dias, mesmo nos fins de semana. Isso ajuda a regular o relógio interno do seu corpo.

  • Crie uma rotina relaxante para dormir: invista em atividades como ler, ouvir música ou tomar um banho quente para ajudá-lo a relaxar e descontrair antes de dormir.

  • Torne seu ambiente de sono confortável: mantenha seu quarto escuro, silencioso e fresco e invista em um colchão e travesseiros confortáveis.

  • Limite a exposição às telas antes de dormir: a luz azul emitida por dispositivos eletrônicos pode suprimir a melatonina, um hormônio que ajuda a regular o sono. Tente evitar as telas por pelo menos uma hora antes de dormir.

  • Evite cafeína, nicotina e álcool perto da hora de dormir: essas substâncias podem atrapalhar seu sono e dificultar o adormecimento.

  • Faça exercícios regularmente: A atividade física regular pode melhorar a qualidade geral do sono e facilitar o adormecimento. Apenas evite exercícios vigorosos perto da hora de dormir.

  • Gerencie o estresse: o estresse pode dificultar o adormecimento. Tente controlar o estresse por meio de atividades como ioga, meditação ou exercícios de respiração profunda.

  • Considere a terapia cognitivo-comportamental para insônia (CBT-I) se tiver dificuldade para dormir, apesar de tentar essas dicas. A TCC-I é uma forma de terapia que pode ajudá-lo a mudar seus pensamentos e comportamentos relacionados ao sono e é considerada um tratamento de primeira linha para a insônia.

De qualquer maneira, é importante observar que o que funciona para uma pessoa pode não funcionar para outra, por isso pode levar algumas tentativas e erros para encontrar a combinação certa de estratégias que funcionam para você. Conte com o Grupo DNA para melhorar sua qualidade de vida!



20 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page